domingo, 27 de fevereiro de 2011

"Retrarte"



"Retrarte"



Molduro teu rosto em quadro exposto
Pintura a óleo são olhos teus
Em meu "retrarte",és arte teu rosto
Assim teu olhar não me dirás adeus!

Corro por entre dedos na pintura em tela
Porém tua arte não revela que gosto tem...
E qual cor...qual sabor findaria naquela
Se do teu gosto provasse como ninguém?


Decoro cada traço da pele tua
Por entre paredes feitas de giz
Percorro-te por entre olhar e meu corpo flutua
Perco-me...encontro-me,sinto-me por um triz!

Ah!Se minha loucura fosse atendida...
Em minhas mãos seria meu,cada fragmento teu...
Ah!Se teu cenário tivesse saida!
Tua obra em mim revestida.Divino!Serias meu...



Alessandra Monteiro
18 de Feveriro de 2011
Todos os direitos reservados.



Foto: Alessandra Monteiro
Direção: Cairo Morais

5 comentários:

Gabriel George disse...

adoro esse tipo de poesia, mais complexo e melancólico (de certa forma), mais "underground"

curto diferentes e inovadoras obras.
tenho que visitar mais esse blog!
por enquanto, sem muito tempo, já é mto tarde!

http://anima-vita.blogspot.com

Moh_ disse...

Oláa,
Presentinho pra ti em meu blog :)

Beijos~

Valentina Dark disse...

Ola amei seu blog me adiciona ai como amiga estou a procura de pessoas como eu que gostem dos versos e poesias tristes. Sua inteligencia me fascina!
Agurado seu contato!
Valentina Dakk

*lady M. disse...

Saudações!...
Belos versos!
Adorei!

Beijos negros...


http://penumbra-particular.blogspot.com/

Min disse...

Opá adoro poesia e arte ,
O poema ficou muito bom ...
Adorei o blog ^^
até maisss seguindo;*